quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Após sete anos de campanha dos fãs em redes sociais pela sua apresentação no Ceará, eis que a promotora Arte Produções anunciou, no dia 6 de outubro, a presença da banda inglesa Iron Maiden em Fortaleza.
 A divulgação do local, porém, Centro de Formação Olímpica, surpreendeu pelo fato de se tratar de um espaço pequeno, em contrapartida à tradição da banda em tocar em grandes arenas. No final da noite de ontem, para espanto maior, a notícia da mudança do local para o Marina Park.
 Segundo matéria de Ceará & Rock, de Ronnald Casemiro, o novo local acomoda 35 mil pessoas, contra 20 mil do outro. Toda a campanha para levar o Iron Maiden a Fortaleza se atrelou a show no estádio Castelão, que comporta 63 mil pessoas, mas com a estrutura de palco cairia para 50 mil, provavelmente. Questiona-se, inclusive, os números referentes ao hotel, considerado superavaliado.
 Tamanha alteração soou como frustração. Fã de Heavy Metal nunca aceitou shows em locais voltados para a elite, quanto mais num espaço restrito a um hotel de luxo; construído numa área invadida da Marinha, passando por cima de Lei e de protestos de ambientalistas, e por pouco custando a demolição da histórica Capela de Santa Terezinha (matéria do jornal O Povo abaixo).

 O preço elevado do aluguel do Castelão é outro dilema diante da negativa de o show se concretizar ali. Como está, a preocupação maior será com relação aos preços dos ingressos, que em SP será em torno de R$ 180,00 no gramado. No Marina provavelmente será mais elevado. Enfim, está aberta a discussão.

http://blog.opovo.com.br/cearaerock/2015/11/17/show-do-iron-maiden-em-fortaleza-tem-mudanca-no-local/


Nenhum comentário:

Postar um comentário